34º Sofar Sounds: Casa ocupada com sotaque brasileiro

Cada edição do Sofar Sounds é uma oportunidade de conhecermos bandas novas em lugares pouco comuns e sentados no chão, como se estivéssemos em casa. Desta vez, a Sociedade, perto do Principe Real, foi palco para receber Manuel Dordio, Filipe Sambado e Filipe Catto,a  26 de fevereiro.

34 Sofar Sounds 2

Como já vem sendo hábito, as sessões são realizadas ao final de domingo, sendo sempre uma boa maneira de nos despedirmos do merecido descanso de trabalho. E nada como descobrir novos talentos ou alguns nomes já conhecidos. No início a guitarra hipnótica de Manuel Dordio fez explorar sons e culturas seja lá onde elas estivessem, como o caso de um tema que foi inspirado em raízes cabo verdianas.

Mas era espaço para cada um fazer a sua história e se imbuir do espírito alternativo que se respira em cada edição do Sofar. Para a segunda parte, um artista que já tem algum nome no circuito, Filipe Sambado. Dos Cochaise e Chibazqui – seus projetos de grupo, para um concerto a solo, o músico deu-nos um espéctaculo ainda que curto (o conceito do Sofar ronda sempre os 20 minutos, isto para quem ainda não teve oportunidade de assistir), a partilhar o seu talento vocal para os cerca de 50 presentes n’a Sociedade.

34 Sofar Sounds 1
Optimized by JPEGmini 3.13.3.15 0xa169fc4ccréditos: Luís Sousa / Música em DX

Para o fim, uma prenda especial. Diretamente do Brasil, mas concretamente de Porto Alegre, Filipe Catto decidiu fugir do carnaval e do verão caseiros para vir partilhar o seu talento. Este “novo segredo da música brasileira” promete vir a conquistar o velho continente. Entre Ney Matogrosso e Elis Regina, este artista residente em São Paulo mostrou-nos um talento incomum, com uma voz e uma pose invulgares, em que mostrava rasgos quase de fadista, como se embuísse uma cultura que nós, locais, conhecemos.

Mais uma tarde bem passada na companhia de amigos, boa música e mais uma organização impecável dos elementos da Sofar, que andam sempre à procura de novos espaços e novas referências musicais. Agora no início do mês as inscrições e para assistir basta indicar o nome no site da iniciativa. Depois é só esperar ser escolhido.

Fotografias: Luís Sousa / Música em DX

Autor: Carlos Vieira

Queres ser um

On The Hop?

Gostas de viajar, de música, concertos e
és super comunicativo?

Candidata-te aqui

Próximos Eventos

Sugerir eventos