Em Paredes de Coura, só tem frio quem quer...

O festival Paredes de Coura começa muito antes das portas do recinto abrirem. O palco montado no parque de campismo tem trazido muita animação e tem dado música aos mergulhos e aos almoços à beira-rio.

 

Para além do palco montado à beira rio, há ainda todos os dias o chamado "Music Sessions", uma espécie de concerto privado e surpresa, organizado com um dos artistas presente nesse mesmo dia no festival. As pessoas para essa sessão são escolhidos aleatoriamente. É como o estar na hora certa no sitio certo, sabem?
Estas sessão contam sempre com um sitio típico e lindíssimo de Paredes de Coura. No dia 20 Capicua recitou-nos alguns poemas, parte deles deram origem à essência e nome do albúm. Seasick foi o convidado para a Music Session de dia 21, carismático e intenso soube muito bem cativar o público. No terceiro dia, 22, Buke & Gase, juntaram-se a um campo de futebol ao ar livre, meia dúzia de gafanhotos e erva a cima dos joelhos, num momento intimísta e lindo de morrer.

Linda Martini eram dos mais aguardados e voltaram a Paredes de Coura para dar mais um concerto como lhes é característico. Com um público já fiel, foi um concerto de troca  mútua de amor e mensagens bonitas! Terminaram com "100 metros sereia" e aconteceu mais uma invasão de palco e uma outra invasão de público, desta vez por parte dos guitarristas da banda, André e Pedro.

Mais tarde, uns sentados outros de pé, assistiam ao concerto de Conor Oberst, mais uma estreia em Portugal, e iam-se já preparando para o concerto dos Black Lips. E sim, este foi um concerto tão grande como o nome da banda. Punk e Rock rima, com certeza, com Paredes de Coura e este público adora uma oportunidade para fazer crowdsurfing!

E apesar a baixa de temperatura que se sente à noite, aqui só tem frio quem quer! Quem dança ao som  de "Boys in the Wood" ou "Funny" não passa frio...

Por fim, e ainda sobre as lembranças do concerto da noite anterior de Franz Ferdinand, as expectativas para Cut Copy eram elevadas! Contudo, em nada, a banda australiana desiludiu! O rock e electrónico fundem-se aqui na perfeição e acompanhados por imagens deram mais um concerto que ficará na lista dos melhores desta edição! "Free your mind", o nome do último albúm, foi também o lema de todo o concerto! De mentes libertas, dançou-se ao som de "Need you now" , "Lights and Music" e tudo o resto que se tocou ali... De salientar a presença incrível do Tim Hoey que não parou um segundo e saltou entre instrumentos fazendo por si só um espectáculo!

Para o último dia espera-se enchente e mais, muito mais amor...

Texto: Joana Alves

Fotografia: Luís Cunha

Autor: Joana Alves

Queres ser um

On The Hop?

Gostas de viajar, de música, concertos e
és super comunicativo?

Candidata-te aqui

Próximos Eventos

Sugerir eventos