Gabriel o Pensador no Campo Pequeno: Mais uma vez, "Valeu"

Gabriel o Pensador sempre foi um nome querido entre os portugueses e recentemente voltou à baila com a sua parceria com os D.A.M.A. em "Eu Não Faço Questão". Para matar saudades, o cantor brasileiro regressou a terras lusas para um concerto no Campo Pequeno, em Lisboa, no passado sábado, dando espaço para o público assistir ao derby Benfica-Sporting ao adiar a hora marcada para o início do espetáculo. 

Gabriel o Pensador

No princípio da atuação, com "Tás a Ver", foi difícil não repararmos no vazio  no considerável número de lugares vazios no recinto, com a maior parte das bancadas com entrada interdita. Contudo, isso não demoveu a boa disposição de Gabriel o Pensador, terminando a canção a admitir os arrepios que havia sentido em palco, antecipando que "Isto vai ser bom".

Com "Chega", tínhamos uma nova música que podíamos associar aos acontecimentos do momento, enquanto grande parte do público continuava a chegar, provavelmente atrasado devido à febre do futebol.

Ainda assim, os espectadores tiveram direito a uma pequena surpresa do cantor brasileiro, sendo presenteados com "O Resto do Mundo", que foi "a primeira música nas rádios portuguesas", segundo as palavras do artista, que fez questão de voltar a celebrar o tema.

Após a controversa "Pátria que me Pariu" e "Three Little Birds", de Bob Marley, os aclamados convidados especiais da noite foram chegando ao palco, um a um, em "Eu Não Faço Questão", demonstrando toda a cumplicidade que os uniu neste projeto em conjunto. "Vamos falar de viver, mas viver de verdade, com a música que fiz com os D.AM.A. (...) E já que estamos todos juntos aqui, por favor continuem em palco", apelou palavras de Gabriel o Pensador enquanto convidava o grupo português para o acompanhar em "Maresia".

Ao longo do concerto pudemos ainda possível assistir ao engano de contas do cantor na faixa "Na Palma da Mão", antes de seguirmos para a hora do improviso, onde Gabriel o Pensador conseguiu mostrar o seu talento natural para a rima, conseguindo rimar, de improviso, durante um longo período de tempo, enquanto pedia auxílio ao público. "Depois envia o vídeo, que os meus colegas não conseguiram preparar. Mas eu sei bem que vídeo não vai faltar!".

"Surfista Solitário", "Tudo Certo" e "Rap do Feio" foram mais algumas das músicas ouvidas, passando depois para aquele que é, provavelmente, o maior sucesso do cantor em Portugal, "2345meia78", durante o qual o público se levantou dos seus lugares e se manifestou perante a energia patente no recinto com um coro perfeito.

Após o primeiro encore da noite, "Astronauta" foi a canção do regresso ao palco, onde o cantor brasileiro voltou a ficar maravilhado com o público português, dando de seguida lugar a um ritmo mais mexido e animado com "Eu & a Tábua".

Já no fim, Gabriel o Pensador optou por se despedir com "Se Liga Aí" e "Até Quando", este um tema que, segundo o artista, fala de transformação, "e onde esperamos que as próximas sejam sempre para melhor".

"Valeu Lisboa!" foi o modo de dizer adeus, num concerto que poderia ter beneficiado de um melhor timing no seu agendamento, bem como da apresentação de novo material, uma vez que o último álbum de Gabriel o Pensador, "Sem Crise", é já de 2012. Contudo, foi fácil de notar que muitos dos que compareceram eram fãs devotos do cantor, com a faixa etária predominante a rondar os 40 anos, que não saíram certamente desapontados com mais um concerto com toda a simpatia, descontração e profissionalismo do cantor em palco.

Fotos: Ana Castro

Autor: Carina Sousa

Queres ser um

On The Hop?

Gostas de viajar, de música, concertos e
és super comunicativo?

Candidata-te aqui

Próximos Eventos

Sugerir eventos